Oi tudo bom?

Você com certeza conhece alguém que troca de emprego com facilidade, dificilmente fica desempregado e parece conquistar os empregos dos sonhos de muitas pessoas, dos seus sonhos, inclusive.

E a mentalidade é algo que faz muita diferença nessa hora.

Quando voltei ao Brasil em 2017, vi diversos amigos e familiares sem emprego, talvez você também conheça pessoas nessa situação.

Além é claro, dos amigos que antes de 2016 só reclamavam de seus empregos, do chefe, do salário, dos benefícios e após dois anos, adivinha?


Melhores recursos para estudar inglês em casa

Faça seu cadastro e recebe essa lista de recursos pra você quer quer aprender e melhorar seu inglês.

Espere!

Thank you!

Dê uma olhada se o email não foi parar nas abas social ou promoções!

Continuavam no mesmo emprego para minha surpresa.

Segundo eles, o mercado difícil não ajudou, e aí eu perguntei pra eles, o que vocês fizeram pra mudar de emprego?

E a resposta me surpreendeu ainda mais, mandei currículos e fiz entrevistas. O que seria algo a ser feito em um mercado cheio de oportunidade, o que não é o caso

Fazer um currículo ótimo e bonito, utilizar técnicas para ir bem nas entrevistas realmente dá uma forcinha, porém, o essencial na minha opinião, é constantemente desenvolver sua carreira.

Ficar dois anos batendo ponto significa mais experiência sim, mas em um mercado concorrido é necessário se vender melhor, e para vender melhor, o produto tem que ser o melhor possível.

Receba grátis O Guia Completo para uma Entrevista de Emprego Perfeita!
Please wait...

Muito obrigado. Seu Guia chegará ainda hoje em seu email.

Lembre-se de conferir as abas promoções e social de seu e-mail.

Eu mudei a minha mentalidade lá me 2011.

Na época, eu fiz duas entrevistas de emprego em empresas que estavam na lista.

A lista das empresas em que eu sonhava trabalhar.

E isso mudou minha mentalidade, aquelas empresas podiam oferecer muito pra mim, mas o que eu oferecia em retorno?

21 anos, ensino médio em escola pública, no terceiro ano da faculdade e com pouco mais de 1 anos de experiência. É, eu não tinha muito oferecer e só pensava nos benefícios que eu teria nessas empresas.

A verdade é que colocamos muito o foco no que uma empresa pode nos oferecer e isso leva a dois caminhos:

A idealização da empresa perfeita pra trabalhar, o que só aumenta o nervosismo no processo seletivo e diminui o seu desempenho na entrevista. E parecem sanguessugas atrás de dinheiro e benefícios sem muito a oferecer (mesmo que tenham qualidade pra isso).

É normal entrevistas pessoas falando que gostariam de trabalhar em uma empresa pra ganhar experiência, por causa da fama da empresa, dos benefícios e o que isso parece?

Que estão mendigando a vaga, parecem aqueles moradores de rua pedindo comida e que ao aparecer uma proposta de 10 reais a mais vão sair da empresa.

Não há nada de errado em sair de uma empresa, porém no momento da entrevista o recrutador pode optar por candidatos que sejam mais confiáveis na visão dele ou dela.
E agora vamos a mentalidade certa!

A mentalidade certa ao procurar um emprego é saber que a empresa está procurando um funcionário por um motivo, um objetivo que vai levá-la a melhores resultados e LUCRO.

Por exemplo, uma empresa procura um vendedor porque precisa ou quer vender mais e vai selecionar a pessoa com a melhor capacidade de fazer isso.

Quando você é um vendedor e sabe disso, a mentalidade correta é exemplificar o quão bom você é em vendas e como você pode resolver aquele problema. É isso que tem que nortear seu currículo, seu perfil no LinkedIn e a interação na entrevista de emprego.

No currículo e perfil do LinkedIn para uma vaga de vendas você pode colocar resultados alcançados em outras empresas:

  • Melhor vendedor em 2017
  • Metas de vendas alcançadas em todos os meses
  • Melhor vendedor em 4 meses no ano de 2018

E na entrevista exemplificar técnicas de vendas que você usa para obter esses resultados e usar isso para reverter questões que talvez fossem te prejudicar

E como sou bonzinho aqui vai um exemplo:

Entrevistador pergunta:

Você tem experiência em vendas de eletrodomésticos

O entrevistado responde:

Olha nunca trabalhei com eletrodomésticos, porém trabalhava com vendas de planos de saúde familiares e isso me tornou muito bom em identificar as necessidades das pessoas e suas famílias e fazer a oferta certa.

Apesar de ser um mercado diferente, sendo capaz de entender a necessidade dos clientes eu posso recomendar os produtos certos e fazer uma boa quantidade de vendas, as pessoas se quer vão perceber que estou convencendo-os a comprar o produto.

Você mostrar que pode ajudar a empresa com o objetivo deles e o porquê você pode fazer isso, aliando isso a técnicas de entrevistas de emprego e um bom conhecimento você vai convencer o entrevistador.

O mais importante é entender, a empresa não está fazendo um favor em te contratar.

Você que está colaborando com os resultados e objetivos dela, uma vez que você tenha essa mentalidade e mostre isso no processo seletivo, tudo muda de figura.

Inclusive a lista de empresa dos sonhos vai ficando de lado e você vai tomando as rédeas da sua carreira e o nervosismo na entrevista vai diminuindo, afinal você sabe que está ali porque pode colaborar.

Valeu galera e boa sorte