O Guia Completo para uma Entrevista de Emprego Perfeita

Muitas pessoas reclamam que têm dificuldades em passar em entrevistas de emprego, eu mesmo já tive problemas nessa área, assim como muitos amigos meus.

Porém, é possível melhorar e obter melhores resultados, mesmo em um momento difícil como o atual, onde é cada vez mais difícil conseguir um bom emprego.

O primeiro passo é encarar a dificuldade e fazer o seu melhor.

Um ponto importante para encarar essa situação que expliquei no artigo “Como conseguir um emprego” é a sua qualificação. Após melhorar sua empregabilidade, resta passar em um dos processos seletivos que participar.

O Guia para uma Entrevista de Emprego Perfeita

Normalmente existem no mínimo duas etapas para se passar em um processo seletivo, fazer um currículo eficiente e a entrevista de emprego. Caso você não esteja conseguindo muitas entrevistas, o problema pode estar no seu currículo, dê uma olhada em nossos modelos de currículo e  de carta de apresentação.

A entrevista de emprego gera diversas dúvidas nas cabeças das pessoas:

  • O que falar na entrevista?
  • Como se vestir?
  • Qual o comportamento correto?

O guia para uma entrevista de emprego

Como vimos, existem muitas dúvidas quando o assunto é a entrevista de emprego. Por isso, resolvi criar um guia mostrando a estratégia correta para te ajudar. Ensinando diversos pontos que são relevantes e sempre levantam diversas dúvidas sobre entrevistas de emprego.

O guia foi dividido em 4 partes:

  • Fase de preparação – aqui vou falar qual a preparação adequada para se sair bem em uma entrevista de emprego.
  • Indo para entrevista – detalhes que você deve lembrar-se quando ir a uma entrevista
  • Durante a entrevista – nessa parte falaremos de comportamento, comunicação e também sobre perguntas e respostas.
  • Erros na entrevista –  por último vou falar de alguns erros comuns e que são cometidos aos montes por candidatos em entrevistas.

Preparado para descobrir como se sair bem em qualquer entrevista? Vamos começar:

Como se preparar para uma entrevista de emprego

“Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas. Se você se conhece mas não conhece o inimigo, para cada vitória ganha sofrerá também uma derrota. Se você não conhece nem o inimigo nem a si mesmo, perderá todas as batalhas.” 
―Sun Tzu

Comecei essa parte com essa frase para exemplificar um conceito que você tem que conhecer para obter sucesso.  O ponto inicial para alcançar qualquer objetivo é seu planejamento e sua preparação.

Conhecendo a si mesmo

O primeiro ponto da sua preparação é conhecer você mesmo, quais suas principais qualificações e principalmente seu currículo.

Imagine a seguinte situação: o entrevistador pergunta ao candidato o que ele aprendeu em determinado curso ou a função em determinado projeto e ele simplesmente não consegue responder ou responde gaguejando e sem confiança.

Pronto, tudo foi por água abaixo.

Muitas vezes isso acontece por nervosismo ou esquecimento, porém o estrago já está feito. A melhor maneira para preparar-se é praticando.
Pegue seu currículo e uma folha em branco vamos começar a praticar já:

Anote cada formação acadêmica e curso que você fez e então responda 3 perguntas:

  • O porquê de ter feito?
  • Qual o melhor aprendizado que você teve?
  • Como você aplica o conteúdo aprendido em seu trabalho?
  • Agora anote cada experiência profissional e responda
  • Quais as principais funções que desempenhei?
  • Quais os resultados que alcancei?
  • O que eu aprendi durante o período em que trabalhei?
  • Qual motivo me fez sair, ou me faria sair.

Sabendo responder essas três questões você conseguirá conversar sobre os principais pontos de seu currículo.

Preparando-se para uma entrevista de emprego

Conhecendo a empresa

O segundo ponto é reunir as principais informações da empresa.

Institucional –  basicamente a história, missão e valores da empresa. Saber essas informações ajudar você a saber o perfil buscado pelos funcionários.

Serviços e produtos –  saiba todos os ramos de atuação da empresa e os principais pontos fortes.

Informações relacionadas ao mercado e sua área –  ter informações de como anda o mercado e o trabalho em determinada área você passa a impressão de um profissional atualizado.

Dica: nunca critique o trabalho atual da empresa diretamente, isso pode passar a imagem de arrogante.  Se perguntado sobre um trabalho da empresa que considera ruim, você não precisa elogiar mas fale de maneira branda.

Por exemplo:

“Eu vi a ação realizada e foi uma boa iniciativa, porém há alguns pontos de melhoria como…”

Você não criticou de maneira pesada e fez uma sugestão de melhoria, nunca critique se não tiver uma sugestão para melhorar, a ideia aqui é mostrar que você pode contribuir com o trabalho.

Pesquisando sobre a empresa

Conhecendo o entrevistador

Também é importante sabe com quem é a entrevista, uma vez que você levantou um monte de informações sobre nos dois últimos passos.  Informações espero serão mais importantes para cada interlocutor durante uma entrevista de emprego.

Existem normalmente três tipos de entrevistadores:

  1. Departamento de RH ou seleção
  2. Coordenadores ou chefes diretos
  3. Gerentes

Agora chegou a hora de validar as principais informações para cada um deles:

RH

O departamento de seleção normalmente quer saber que tipo de funcionário você, se seu perfil bate com o que a empresa procura. Conhecimento do institucional da empresa e da vaga de emprego são primordiais.

O chefe direto

Esse será a pessoa com quem você terá mais contato dentro da empresa, por isso ele tem que gostar de você, gerar empatia e super importante.

Porém, o principal serão suas habilidades, afinal foi ele quem definiu o que está escrito na vaga de emprego.  O que você deve mostrar durante a entrevista de emprego:

  1. Suas habilidades que preenchem seus requisitos para a vaga
  2. Como você pode ajudá-lo no dia a dia
  3. Quais resultados você já gerou e pode gerar
  4. Se você é um funcionário confiável

Gestores

O gestor normalmente fará uma avaliação entre o departamento de recrutamento e o chefe direto. O foco será se você é confiável, qual seu perfil profissional e quais resultados você pode gerar.

Dica: se você muda de emprego constantemente, uma empresa que sofre com saídas de funcionários te verá com maus olhos (apesar de a culpa ser da empresa e não sua).

Para empresas que têm esse tipo de problema fica difícil ter uma ótima resposta. A indicação é falar sobre um misto de oportunidades imperdíveis com descontentamento (não force a questão, pois causa uma impressão ruim, apenas cite o descontentamento).

Evite falar que mudou por questões financeiras, pois parecerá que você sairá assim que aparecer uma proposta melhor.

Indo para entrevista

Há dois pontos importante que você deve pensar quando ir para a entrevista de emprego: como se vestir e o que levar.

O que vestir para ir a uma entrevista

Existem normalmente 3 trajes para entrevistas que são infalíveis e cada uma funciona para um tipo de empresa ou cargo. O traje social completo, o social simples e o casual.

Social Completo

Ideal para executivos como gerentes ou diretores, assim como para vagas em empresas mais sérias que exigem esse tipo de traje para o trabalho no dia a dia como bancos. O traje é formado por camisa, terno, calça social, sapato e gravata.]

Traje Social para entrevista

Social Simples

Esse serve para empresas que não são tem uma imagem tão séria, mas também você não sabe se chegam a ser casuais. É composto pela camisa e calça social, além do sapato.

Casual

O casual tem diferentes combinações e podem ser usados em empresas de comunicação, agências de publicidade, mercados e empresas de pequeno porte. As composições mais normais são:

  1. Camisa, calça jeans e sapatênis
  2. Camiseta (polo ou normal), calça jeans e sapatênis.

Como se vestir para um entrevista de emprego

A primeira opção de casual é a minha preferida e que quase sempre usei em entrevistas para área de comunicação.

O que vestir em uma entrevista para mulheres

Pedi a opinião de uma amiga que trabalha na área de recrutamento e ela fez algumas indicações para mulheres. Calça e blusa social, sapato fechado e apostar em cores neutras. A ideia é que as roupas não chamem mais atenção, do que o conteúdo do candidato.

Outro cuidado é não exagerar em joias e maquiagem, pois podem passar uma impressão errada, assim como as roupas chamativas.

O que vestir para entrevista de emprego mulheres

O que levar para a entrevista

Esse é um ponto simples, sempre leve uma cópia do currículo caso seja necessário na hora, pois é possível que o entrevistador não tenha em mãos na hora. Em, último caso, você pode usá-lo para acompanhar a entrevista.

Caso seja pedido para levar o currículo, por favor, não esqueça.

No caso de a empresa pedir certificados, também leve-os, o seguro morreu de velho.

Como se comportar em uma entrevista de emprego

“O sucesso é uma consequência e não um objetivo”
Gustave Flaubert

Mais da metade do guia já se passou em se quer chegamos a entrevista, isso é para que você entenda que a preparação é o mais importante. Quanto melhor preparado você estiver, mais fácil será para você manter a calma e responder as perguntas.

Seja pontual na entrevista, chegue sempre com pelo menos 10 minutos de antecedência, nunca, absolutamente nunca, será negativo chegar adiantado em uma entrevista.

Para mostrar a você como se comportar em uma entrevista de emprego dividi em 3 partes importantes e que rondam a cabeça da maioria das pessoas: linguagem corporal,  o que falar na entrevista passo a passo e principais perguntas e respostas.

1-Linguagem Corporal

Linguagem corporal na entrevista de emprego

A linguagem corporal seria o comportamento não verbal na entrevista, como você move-se, gesticula, as expressões e o tom de voz. Tais elementos são importantes e durante uma entrevista podem deixar na cara desconhecimento, surpresa e até mesmo mentiras.

O aperto de mão

O primeiro contato com o entrevistador é importante, e o aperto de mão faz parte disso. O ideal seria um meio termo entre um aperto firme e um aperto mole, uma vez que o exagero pode ser sinal de nervosismo ou desconforto.

Contato visual

O olhar é um importante fator na hora de criar empatia, olhar para baixo, demonstra timidez, já para as paredes pode mostrar desconforto ou indecisão.

O ideal é olhar diretamente para o entrevistador, como encará-lo pode ser ruim, alterne entre olhar nos olhos, ou mãos enquanto ele gesticula, deixa a entrevista mais natural.

Postura

A postura é bem simples, mantenha-se ereto na cadeira e com leve inclinações na direção do entrevistador, isso demonstra interesse no que é falado. A cabeça deve estar erguida. Nada de assumir uma postura esparramada na cadeira, pois pode comprometer sua seriedade.

Braços e pernas

Cruzar os braços é uma postura associada a defesa e medo, logo demonstrará que você não tem confiança no que está dizendo. Mexer pés, pernas e braços mostram intranquilidade. Assim como ficar batendo o pé no chão, ou a caneta na mesa

Gesticulando

Os gestos são completamente normais enquanto você fala ou explica alguma coisa, pois mostram que você está convicto do que fala. Porém, o exagero na gesticulação pode fazer com que a atenção do entrevistador fique dispersa ou também mostrar nervosismo.

Sobrancelhas

Um dos principais indicadores de expressões faciais, quando erguidas podem mostrar espanto e surpresa sobre alguma informação. Quando franzidas podem demonstrar que você não está gostando de algo ou que não entendeu alguma informação.

Tom de voz

A variação do tom de voz é um grande indicativo de nervosismo. Falar muito baixo pode comprometer sua entrevista caso você não faça-se entender. Muito alto pode demonstrar descontrole e uma postura autoritária.

O ideal é praticar o volume de sua voz antes de sair de casa, pare em frente ao espelho e use o celular para gravar enquanto fala.

2- O que falar na entrevista de emprego

O que falar em uma entrevista de emprego

Primeira impressão

A primeira impressão fará muita diferença em como será o resto da entrevista. Para isso você deve usar a linguagem corporal com sorriso e um aperto de mão certeiro, mostrar-se educado e confiante. Dessa forma a primeira impressão tem tudo para fazer com que você comece a entrevista com o pé direito.

Seja objetivo

Hoje em dia, os entrevistadores não podem gastar muito tempo em uma entrevista e se você ficar enrolando em cada resposta isso pode causa um mal-estar e fazer com que você não consiga um emprego.

Evite o sim e não

Por outro lado, ser objetivo é muito diferente de responder todas as perguntas com sim, não e talvez. Isso também causa má impressão, uma vez que demonstra falta de conhecimento, comunicação e confiança de uma vez só.

Entusiasmo

Mostre entusiasmo ao falar de suas atividades, falar de maneira monótona dá a entender que você não gosta muito do que faz, e como sabemos, alguém que não quer trabalhar dificilmente será mais produtivo.

Passando credibilidade

Fale de casos e projetos reais em que você usou seu conhecimento e como foi sua participação, dê exemplos, fale de resultados que você alcançou. Falar sobre acontecimentos gera credibilidade em você e seu conhecimento, porém cuidado para não ser taxado de arrogante.

Para isso você não deve forçar muito em cima das palavras como “eu fiz”, “eu consegui…” e por ai vai.

Não interrompa

Nunca interrompa o entrevistador quando ele estiver falando, principalmente, por que ninguém gosta de ser interrompido e não conseguir terminar um raciocínio ou explicação. Você também não deve gostar, eu simplesmente odeio.

Finalize suas falas com impressões positivas

Termine suas falas o máximo possível com coisas positivas, como aprendizados, resultados, participações em projetos, reconhecimento. Esse detalhe gera uma boa impressão no entrevistado inconscientemente.

3-Principais perguntas e respostas nas entrevistas

Nervosismo na entrevista de emprego

Por que você que mudar de emprego ou saiu do emprego anterior

Esse tipo de pergunta normalmente é feita por profissionais de RH ou gestores que querem traçar o seu perfil e saber se podem contar com você, ou na primeira oportunidade você irá para outro emprego.

O principal aqui é usar sinceridade na medida certa para não passar a impressão errada ou prejudicar-se. Normalmente existem 3 possibilidades:

Você trabalha atualmente: Uma boa resposta é dizer que achou a oportunidade interessante e gostaria de entender melhor o projeto da empresa.

Você saiu do seu último emprego: com certeza houve uma razão para sair, nesse tipo de situação a sinceridade é sempre o melhor caminho.

Você foi demitido: a situação é delicada, pois você não pode ser prejudicado e mentir é um tiro no pé, uma vez que o RH da empresa pode confirmar com a empresa anterior.

Se o motivo foi profissional, tente mostrar que evoluiu profissionalmente no tempo que esteve fora do mercado e não dê muito peso a situação.

Dica: sempre use frases positivas, invés “de salário baixo”, fale em “novas perspectivas financeiras”, invés de “a chefia da empresa era ruim” fale “que busque uma liderança que faça você evoluir como profissional”.

Por que você está há tanto tempo no atual emprego

Essa pergunta, que é totalmente ao contrário da última, mas também pode acontecer, uma vez que ficar muito em uma empresa pode mostrar que você é acomodado e mudar de repente é incomum. Basta ser sincero falando que a estabilidade, os projetos da empresa fizeram com que você evoluísse profissionalmente e afins.

Quais suas qualidade e seus defeitos

Aqui não existem qualidades e defeitos na realidade, e sim pontos fortes e pontos a serem desenvolvidos. O intuito dessa pergunta é entender se o candidato consegue tem autoconhecimento e como ele procura se desenvolver quanto a isso.

Falando das qualidades

Como disse anteriormente, ser egocêntrico e arrogante não é legal, não gera empatia com o entrevistador, e pode passar impressão de que você não aceitará ordens ou trabalhará em equipe de maneira adequada.

O mais importante é falar seu ponto forte, por que você o considera seu ponto forte, seja devido a experiências anteriores ou ter estudado bastante sobre aquele tema. Isso mostra mais sobre como você se desenvolveu e não passa a impressão de arrogância.

Falando dos pontos a desenvolver

Nenhum defeito é realmente ruim, uma vez que você tenha consciência disso e procure evoluir. Por isso, para o entrevistador mais importante do que o defeito, é o que você tem feito em relação a isso.

Por isso fuja dos clichês que na verdade mostram que você está fugindo da pergunta, coisas como:

“sou muito perfeccionista”

“trabalho demais”

Etc..

O ideal é:

“Não sou muito bom na ferramenta X, que ajuda bastante no dia a dia, porém tenho estudado semanalmente em sites da internet e praticado para conseguir um melhor desempenho.”

Qual sua pretensão salarial

Lá pro final da entrevista você se depara com essa questão que deixa muitas pessoas sem jeito, porém você deve falar sem medo qual o salário ideal que faria você pedir demissão de seu emprego. Se a empresa quiser negociar ela pode tentar, por isso colocar alguma porcentagem a mais como “gordurinha”.

Para isso, o ideal é falar qual seu salário ideal e qual a faixa você está disposto aceitar, a frase seria “algo em torno de X reais”. O em torno passará a mensagem de que está disposto a negociar.

Quais seus objetivos a curto e longo prazo

Aqui o entrevistador está testando sua ambição e também qual seu intuito ao conseguir aquele emprego. O ideal é mostrar que o emprego está em seu objetivo a curto prazo, algo como:

“Penso em desenvolver projetos que me façam evoluir profissionalmente em termos de conhecimento e resultados”

Já no objetivo a longo prazo, não estamos falando de se aposentar, mas em relação ao plano de carreira a longo prazo, se você pensa em estudar e como pretende evoluir na sua carreira.

“Penso em me tornar referência na minha área através de uma pós-graduação me preparando para no futuro assumir cargos de gerência ”.

Por que devemos contratar você / Como você pode contribuir com nossa empresa se for contratado

Normalmente essas 2 perguntas são respondidas com certos clichês que podem até funcionar, mas vão fazer com que você fique no mesmo degrau que os demais candidatos.

As resposta mais comuns são:

“Tenho sede de aprender”

“Quero crescer profissionalmente”

“Tenho diversas qualidades para ajudar a empresa”

“Tenho bastante experiência para as tarefas do dia a dia”

Porém, o ideal é usar os pontos fortes e os resultados que eles fizeram você alcançar em outras empresas na resposta. Algo como:

“Fazendo tal atividade na empresa X, alcancei resultados como X”.

Agora você está pronto para responder qualquer pergunta, se comportar de maneira adequada, basta tomar cuidado com os principais erros cometidos por candidatos em entrevistas de empregos.

Veja 15 perguntas comuns em entrevistas de emprego

Principais Erros na Entrevista de empregos

Erros na entrevista de emprego

Falar muitas gírias

Muitas pessoas chegam a uma entrevista de emprego e falam diversas gírias que podem comprometer os resultados do candidato.

  1. Por causa má impressão no entrevistador
  2. Por dificulta comunicação, uma vez que ele pode desconhecer tais gírias

Não fazer perguntas

Este fato pode demonstrar que você está desesperado pelo trabalho ou simplesmente não tem interesse, ficando assim, atrás dos demais candidatos.

Perguntas que você pode fazer:

Perguntar sobre os objetivos da empresa e daquela área

Isso demonstra ao interlocutor que você tem interesse no que irá desenvolver na empresa e os resultados esperados

Sobre como é o ambiente da área/empresa

Mostra preocupação com o dia a dia de trabalho e se você realmente encaixa-se naquele perfil de emprego

Sobre as tarefas que você assumirá

Preocupação se você está apto ou gostaria de desenvolver tais tarefas.

Perguntar sobre a política de horários e roupas

Também é importante saber sobre tais informações, uma vez que pode ser relevante para você trabalhar em uma empresa com maior liberdade nesses quesitos.

Mentir

Mentir é sempre ruim, seja em seu currículo, na entrevista ou em qualquer momento do processo seletivo. Uma vez que você tenha mentido no currículo, você poderá ser descoberto durante a entrevista de emprego.

Não minta, pois mesmo que funcione na hora da entrevista, algumas informações podem ser checadas posteriormente, como se você tem certificações, se você realmente trabalhou em alguma empresa, ou em determinada função e é claro quando você for contratado e não conseguir realizar o serviço.

Falar mal do emprego atual ou anterior

Como já falado esse é um dos erros que queimam o filme, a impressão é que depois você sairá falando mal da empresa, logo é melhor nem contratá-lo.

Fornecer informações de empregos anteriores

Fornecer informações sigilosas mostra que ter você como funcionário será perigoso, pois você pode acabar falando demais. Perguntas sobre esse tipo de informação podem ser um teste para saber se você é realmente de confiança.

Não saber nada sobre a empresa

Chegar a uma entrevista sem conhecer a empresa pode ser um erro fatal, mesmo que você acabe não tendo tempo para realizar as etapas da fase de preparação que mostramos, leia as informações chaves.

Erros de português

Falar errado causa uma impressão extremamente ruim, por isso se policie, muitas vezes o nervosismo pode te atrapalhar, por isso mantenha a calma e pensa bem antes de falar, ensaie mentalmente 1 segundo antes, e principalmente quando estiver se preparando para a entrevista.

Finalmente você terminou o guia e está pronto para fazer entrevistas de emprego perfeitas!

Recapitulando as 4 fases para você:

Prepare-se para a entrevista

  1. Conheça seu currículo
  2. Conheça a empresa
  3. Conheça o interlocutor

Indo para entrevista

  1. Vista-se da maneira correta
  2. Leve o currículo

Durante a entrevista

  1. Linguagem corporal forte
  2. Fale as coisas certas, na hora certa
  3. Vá preparado para responder todas as perguntas

Erros

  1. Não fale demais
  2. Não fale de menos
  3. Não minta
  4. Fale corretamente

Pronto!

Baixe o guia para você

O GUIA PARA UMA ENTREVISTA DE EMPREGO PERFEITA

Gostou do guia? Compartilhe!

Leave a Reply